Alexandre Gama alerta para investidas de Koo Jacheol Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_2138" align="alignleft" width="226"] Imagem: Divulgação[/caption] O amistoso entre Brasil e Coreia do Sul será neste sábado, no World Cu [caption id="attachment_2138" align="alignleft" width="226"] Imagem: Divulgação[/caption] O amistoso entre Brasil e Coreia do Sul será neste sábado, no World Cu Rating: 0
Você está aqui:Home » Destaques » Alexandre Gama alerta para investidas de Koo Jacheol

Alexandre Gama alerta para investidas de Koo Jacheol

Alexandre Gama alerta para investidas de Koo Jacheol
Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

O amistoso entre Brasil e Coreia do Sul será neste sábado, no World Cup Stadium, em Seul.  Alexandre Gama foi auxiliar técnico da seleção asiática desde o fim da Copa do Mundo de 2010 até março de 2012.

Durante as campanhas da Copa da Ásia 2011, a Coreia ficou em terceiro lugar e do início das eliminatórias para a Copa do Mundo 2014, Gama diz que aprendeu a gostar do país e alerta o Brasil para o jogador que, segundo Alexandre, é o mais perigoso da seleção coreana: o atacante Koo Jacheol, que atua no Wolfsburg.

– A Coreia é um país que eu aprendi a gostar e que tem uma Seleção muito forte. Contra o Brasil, eu acredito que eles vão respeitar bastante. É uma equipe de muita qualidade. Mas seu eu puder destacar um, é o Koo Jacheol. Era um dos jogadores que eu mais gostava. Muito rápido. O Brasil tem que prestar atenção nele – alertou.

Alexandre Gama já trabalhava na Coreia do Sul quando foi convidado para participar da comissão do técnico da seleção, Cho Kwang-rae. Ele foi o técnico do Gyeongnam FC por três anos.

Depois do fim da Copa da África, houve a necessidade de uma renovação da equipe que, àquela altura, ainda contava com jogadores acima dos 34 anos, como o goleiro Woon Jae, o zagueiro Young Pyo e o meia Nam-il.

O ex técnico do Madureira foi um dos responsáveis por promover à seleção principal, pela primeira vez, jogadores como o zagueiro Yun Sukyoung, o meia Son Heungmin e o atacante Ji Donqwon, que hoje defendem o Queens Park Rangers, o Bayern Leverkusen e o Sunderland, respectivamente.

– Eles queriam renovar a Seleção, e nenhum coreano queria fazer isso. Acabaram botando na nossa mão e deu certo. – lembra o treinador, que recentemente foi demitido do Madureira (Clube do subúrbio do Rio), equipe carioca que disputa a Série C do Brasileiro, e está sem clube.

A Coreia do Sul é uma das 11 seleções que já garantiram suas vagas na Copa do Mundo 2014, que será realizada no Brasil.

Alexandre Gama não hesita ao revelar para quem vai a torcida no amistoso de sábado. O técnico é um defensor do futebol brasileiro e cita os benefícios de um bom momento da Seleção.

– Eu estou torcendo para o Brasil, sou brasileiro. Tenho muitos amigos lá (na Coreia), tenho um carinho especial pelo país, mas vou torcer para o Brasil, que está voltando a jogar bem. E quando o Brasil está bem, é bom para todo mundo que trabalha com o futebol. Nos valoriza – concluiu o técnico.

Coreia do Sul e Brasil se enfrentam neste sábado, às 8h (horário de Brasília).

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.