Atlético-PR abre 2 a 0, mas cede empate ao Flamengo Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_1356" align="alignleft" width="269"] Imagem: Divulgação[/caption] Atlético-PR e Flamengo fizeram um jogo muito aberto e emocionante, nes [caption id="attachment_1356" align="alignleft" width="269"] Imagem: Divulgação[/caption] Atlético-PR e Flamengo fizeram um jogo muito aberto e emocionante, nes Rating:
Você está aqui:Home » CAMPEONATO CARIOCA » Atlético-PR abre 2 a 0, mas cede empate ao Flamengo

Atlético-PR abre 2 a 0, mas cede empate ao Flamengo

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Atlético-PR e Flamengo fizeram um jogo muito aberto e emocionante, neste sábado, na Arena Joinville. O time paranaense saiu na frente com dois gols de Ederson, mas os cariocas melhoraram no segundo tempo e conseguiram o empate por 2 a 2 no final. Os dois clubes ainda buscaram o ataque nos últimos minutos, criaram chances, mas saíram com apenas um ponto na bagagem.

 O Flamengo até começou animado no jogo e criou uma chance aos 2min, quando João Paulo tocou na área e por pouco Marcelo Moreno não alcançou o passe. Mas logo o Atlético-PR encaixou a marcação, mostrou sua força ofensiva também e começou a criar chances. O primeiro gol só veio aos 32min, quando Ederson se antecipou à defesa do Flamengo na pequena área, dominou a bola e tocou entre as pernas do goleiro Felipe.

 O resto do primeiro tempo ficou morno, com o Atlético-PR recuado e o Flamengo com a bola, mas sem criatividade. O jogo só ficou emocionante de novo no segundo tempo, quando Jorginho fez duas alterações e, com Rafinha e Renato Abreu, o Flamengo ficou mais perigoso. Já aos 6min, o jovem atacante teve grande chance em um rebote e finalizou para gol, mas Weverton se esticou para fazer uma difícil defesa.

Do outro lado o Atlético-PR até perdeu gol aos 14min, quando Ederson ficou sozinho para cabecear, mas finalizou para fora. Mas logo veio outro susto criado pelo Flamengo, aos 21min: após bom cruzamento pela direita, Gabriel se esticou e tocou para o gol, mas Weverton brilhou de novo. Renato Abreu ainda teve a chance depois do rebote, mas errou o cabeceio. Depois, aos 24min, foi a vez de Hernane também parar em Weverton, após chute de longe.

Tantas chances perdidas acabaram criando um castigo para o Flamengo: em contra-ataque rápido, aos 27min, Marcão avançou pela direita e cruzou para Ederson, que acertou um bonito voleio e finalizou sem chance para Felipe defender.

Mas o Flamengo não se abalou e continuou criando chances até marcar o primeiro gol: após cobrança de falta de João Paulo, a bola foi na medida para Marcelo Moreno, que nem precisou pular para acertar o cabeceio no gol. A pressão do time carioca aumentou e, após confusão na área, Renato Abreu aproveitou a sobra e só empurrou a bola para o gol, empatando a partida.

Os dois times continuaram a buscar a vitória e quase conseguiram em bolas paradas. Aos 44min, Felipe fez defesa difícil após cobrança de falta de João Paulo. A resposta veio nos acréscimos, com outro boa cobrança, dessa vez de Renato Abreu, mas a bola ficou na trave e assim foi decretado o empate.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 2 X 2 FLAMENGO

Local: Arena Joinville, em Joinville (SC)
Data: 1 de junho de 2013 (Sábado)
Horário: 16h20(de Brasília)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Emerson de Carvalho (SP) e José Antônio Chaves Filho (RS)
Cartões amarelos: Jonas (Atlético); João Paulo, Léo Moura, Luiz Antônio, Renato (FLA)
Gols: ATLÉTICO-PR: Éderson, aos 32min do 1º tempo, e aos 26min do 2º tempo
FLAMENGO: Marcelo Moreno, aos 32, Renato Abreu, aos 35min do 2º tempo

ATLÉTICO-PR: Wéverton, Jonas, Manoel, Cleberson e Pedro Botelho; Deivid (Juninho), João Paulo, Felipe (Douglas Coutinho) e Everton; Éderson (Marcelo) e Marcão
Técnico: Ricardo Drubscky

FLAMENGO: Felipe, Leonardo Moura (Rafinha), Renato Santos, Marcos González e João Paulo; Luiz Antonio, Elias, Carlos Eduardo (Renato Abreu) e Gabriel (Hernane); Paulinho e Marcelo Moreno
Técnico:Jorginho

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.