BOTAFOGO ARRANCA EMPATE NOS ACRÉSCIMOS CONTRA O FIGUEIRENSE Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_3834" align="alignright" width="300"] Imagem: EDUARDO VALENTE/FRAME/FRAME/ESTADÃO CONTEÚDO[/caption] Fora de casa, o Botafogo arrancou u [caption id="attachment_3834" align="alignright" width="300"] Imagem: EDUARDO VALENTE/FRAME/FRAME/ESTADÃO CONTEÚDO[/caption] Fora de casa, o Botafogo arrancou u Rating: 0
Você está aqui:Home » CAMPEONATO CARIOCA » Botafogo » BOTAFOGO ARRANCA EMPATE NOS ACRÉSCIMOS CONTRA O FIGUEIRENSE

BOTAFOGO ARRANCA EMPATE NOS ACRÉSCIMOS CONTRA O FIGUEIRENSE

BOTAFOGO ARRANCA EMPATE NOS ACRÉSCIMOS CONTRA O FIGUEIRENSE
Imagem: EDUARDO VALENTE/FRAME/FRAME/ESTADÃO CONTEÚDO

Imagem: EDUARDO VALENTE/FRAME/FRAME/ESTADÃO CONTEÚDO

Fora de casa, o Botafogo arrancou um empate heroico com o Figueirense, em 2 a 2, pela terceira fase da Copa do Brasil. Depois de estar perdendo por 2 a 0, o time arrancou o empate no segundo tempo, com um empate aos 47 minutos do segundo tempo, de Luís Ricardo.

Com o resultado, o time carioca joga por dois empates no Engenhão, 0 a 0 e 1 a 1, na partida de volta, para avançar. O Figueirense, por sua vez, precisa da vitória ou de um empate a partir de 3 a 3 para avançar.

O próximo confonto do Figueirense será sábado, pelo Brasileiro, contra o Grêmio, fora de casa. No mesmo dia, o Botafogo vai encarar o Atlético-GO, pela Série B. Visando este confronto, o técnico Rene Simões poupou cinco titulares na partida desta quarta-feira.

O jogo

Desde o início as equipes deram a tônico de como seria a partida no Orlando Scarpelli: bem aberta. Nem por isso significava jogada de alta qualidade técnica. Botafogoe Figueirense aprontavam muita correria um para cima do outro, mas com dificuldades para executar as jogadas.

O Botafogo, com um time misto, parecia tentar se encontrar em campo. A primeira boa chance da partida aconteceu apenas aos 20 minutos quando após bola levantada na área do time carioca sobrou para Leandro Silva, que apareceu como elemento surpresa e bateu forte, de direita, na trave de Jefferson.

A pressão do time da casa era maior, mas foi o Botafogo que perdeu ótima chance aos 29 minutos, em contra-ataque. Em falha da zaga, Henrique entrou sozinho na área, na frente de Alex Muralha. Enrolado, o atacante levou a pelota à linha de fundo e rolou para Elvis, que bateu em cima do goleiro. E um desperdício desses acabou punido logo em seguida.

No lance seguinte, Cereceda avançou pela esquerda e lançou bola na área. Clayton aproveitou o cochilo de Renan Fonseca e tocou com o pé no canto de Jefferson. 1 a 0. O Botafogo ainda tentou reagir na primeira etapa, mas o time catarinense soube conter qualquer avanço, bem organizado taticamente. E o primeiro tempo chegou ao fim.

Na segunda etapa, René Simões trocou um zagueiro por outro: Renan Fonseca por Emerson. E o segundo seria protagonista aos quatro minutos do segundo tempo. Clayton cruzou bola na área e Everaldo, de cabeça, mandou no canto esquerdo inferior de Jefferson, que fez defesa espetacular. Mas, no rebote, Emerson e Giaretta se enrolaram para afastar a bola e o primeiro a chutou no segundo. A bola morreu dentro do gol. Bisonho. 2 a 0.

O segundo gol foi um golpe no Botafogo. Diante disso, René Simões chaou o titular Bill para entrar na vaga de um inoperante Henrique no ataque. No primeiro lance, o atacante recebeu bola pela direita e cruzou para a área, mas a zaga afastou antes de Elvis, de frente para o gol, tentar concluir.

O Botafogo já tinha mais presença no campo adversário. as aos 27 minutos quase o Figueirense ampliou, em rápida jogada de Fabinho pela direita e cruzamento para Marcão, que cabeceou por cima do gol. Mas o Botafogo ainda insistia pelo gol que daria maiores possibilidades na partida de volta.

Aos 33 minutos, Luís Ricardo avançou pela direita, cruzou, e a bola sobrou para Pimpão, que ajeitou e bateu no capricho. Mas Muralha defendeu e mandou para escanteio. Na cobrança, a luz do time carioca. Carleto mandou na área, Bill ajeitou de cabeça para o meio da área e Diego Giaretta, sozinho, tocou para o fundo da rede. 2 a 1.

Com isso, o Botafogo precisaria d euma vitória por 1 a 0 em caa para se classificar. O time tentou, então, segurar a pressão doFigueirense, sedenta pelo terceiro gol. Aos 43 minutos, Clayton quase marcou ao bater no contrapé de Jefferson da risca d epênalti, mas o goleiro alvinegro defendeu. Aos 47 minutos, no entanto, o jogo ficou melhor do que a encomenda para o Botafogo. Em cobrança de falta na entrada da área, Carleto soltou a bomba e Muralha deu rebote. Luís Ricardo, de frente para o gol, aproveitou e empatou a partida. No suor, o Botafogo leva a vantagem para o Rio.

FICHA TÉCNICA
FIGUEIRENSE 2X2 BOTAFOGO

Local: Estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC)
Data: 20 de maio de 2015
Horário: 19h30
Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP)
Assistentes:Vitor Carmona Metestaine (SP) e Ricardo Pavanelli Lanutto (SP)
Cartões amarelos: Alex Muralha, Marquinhos Pedroso, Leandro Siva e Fabinho (FIG) e Renan Fonsec, Carleto, Airton e Elvis (BOT)
Público e renda: 6.658 pagantes / 6.954 presentes / R$ 96.280,00
Gols: Clayton (FIG), aos 29 minutos do primeiro tempo; Emerson (BOT – contra), aos quatro minutos, e Diego Giaretta (BOT) aos 29 minutos, e Luís Ricardo (BOT, aos 47 minutos do segundo tempo.

FIGUEIRENSE: Alex Muralha; Leandro Silva, Thiago Heleno (Dener) e Cereceda; Paulo Roberto, Fabinho, Marquinhos Pedroso; Clayton, Mazola (Yago) e Everaldo (Marcão)
Técnico:Argel Fucks

BOTAFOGO: Jefferson; Luís Ricardo, Renan Fonseca (Emerson), Diego Giaretta e Carleto; Airton (Camacho) , Willian Arão, Diego Jardel e Elvis; Rodrigo Pimpão e Henrique (Bill)
Técnico: René Simões

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.