Botafogo elimina Sobradinho-DF em Volta Redonda Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_750" align="alignleft" width="290"] Imagem: Divulgação[/caption] Depois de sofrer nos últimos anos, tropeçando em equipes consideradas p [caption id="attachment_750" align="alignleft" width="290"] Imagem: Divulgação[/caption] Depois de sofrer nos últimos anos, tropeçando em equipes consideradas p Rating:
Você está aqui:Home » CAMPEONATO CARIOCA » Botafogo » Botafogo elimina Sobradinho-DF em Volta Redonda

Botafogo elimina Sobradinho-DF em Volta Redonda

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Depois de sofrer nos últimos anos, tropeçando em equipes consideradas pequenas, o Botafogo conseguiu a classificação para a segunda fase da Copa do Brasil. A equipe de General Severiano derrotou o Sobradinho, do Distrito Federal, por 2 a 0, em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Agora, o Alvinegro de General Severiano vai esperar o ganhador do duelo entre CRB-AL e Fast-AM, que se enfrentam nesta quinta-feira em Maceió (AL). Na ida, no Amazonas, os dois times empataram por 1 a 1.

O resultou fez justiça ao melhor desempenho da equipe carioca que soube se aproveitar dos erros cometidos pelo Sobradinho. O time do Distrito Federal teve um bom início de partida e até exigiu grandes defesas do goleiro Renan, mas acabou traído pelos nervos e ficou sem dois jogadores – Alysson e Ramon foram expulsos – o que inviabilizou qualquer tentativa de reação.

O jogo – O Sobradinho começou surpreendendo o Botafogo. Logo no primeiro minuto, Hildo levantou a bola na área, Laécio sobiu entre os zagueiros e cabeceou para o chão, obrigando Renan a praticar sua primeira grande defesa. O lance assustou o time carioca que encontrava grande dificuldade de chegar na área da equipe do Distrito Federal.

Apenas aos nove minutos é que o Botafogo conseguiu criar uma jogada de perigo. Seedorf cobrou falta ao lado da área e Fellype Gabriel cabeceou, para grande defesa de Donizeti. O lance animou o time alvinegro e, aos 12 minutos, foi a vez de Lucas se projetar ao ataque e, de esquerda, acertar um belo chute no travessão. Na volta, Fellype Gabriel cabeceou para fora.

O time do Distrito Federal se assustou e passou a se preocupar apenas com a defesa, enquanto o Botafogo pressionava e buscava a marcação do seu gol. Aos 16 minutos, após jogada confusa na área, o zagueiro Dória tentou completar de bicileta, mas a zaga brasiliense aliviou o perigo. Seedorf era vigiado de perto, mas seguia centralizando as jogadas. O time sentia a falta do uruguaio Lodeiro que costuma dividir com Seedorf, a armação das jogadas ofensivas. Rafael Marques atuava fora da área e Vitinho caía muito pela lateral esquerda, facilitando a tarefa da zaga do Sobradinho.

Aos 21 minutos, Vitinho arrancou pela esquerda, evitou a marcação, e chutou forte, mas a bola bateu na rede, pelo lado de fora. O Sobradinho só se arriscou no ataque aos 25 minutos, depois que Vitinho cometeu falta na intermediária. Na cobrança, Alysson ganhou da zaga, mas cabeceou sem perigo. Aos 29 minutos, Vitinho arriscou de fora da área e Donizeti defendeu parcialmente, permitindo que Cauê aliviasse o perigo. O goleiro do Sobradinho voltou a mostrar segurança em outro chute de Vitinho, aos 30 minutos.

Aos 32 minutos, o Sobradinho quase marcou. Túlio lançou Mário Lúcio que arrancou em velocidade e chutou com violência, mas Renan se esticou e conseguiu desviar para escanteio. Aos 34, o Botafogo marcou o primeiro gol. Seedorf foi lançado por Vitinho, nas costas da zaga, e levantou com precisão para a cabeçada certeira de Rafael Marques. O time do Distrito Federal mudou sua forma de jogar e passou a buscar a marcação do gol do empate, o que tornou a partida mais ríspida, com entradas duras dos dois lados. E a defesa do Botafogo soube suportar a pressão e manter a vantagem.

O segundo tempo começou sem alterações nas equipes e com o Botafogo, muito cauteloso, mais preocupado em impedir os avanços do adversário. Depois de cinco minutos de pressão, o Sobradinho quase foi surpreendido. Seedorf fez magnífico lançamento para Vitinho que entrou na área e chutou cruzado, mas sem direção,colocando a bola longe do gol defendido por Donizeti. Aos sete minutos foi a vez de Lucas receber um bom passe de Vitinho e arriscar, mas o chute do lateral alvinegro não levou qualquer perigo.

O time visitante só voltou ao ataque, aos nove minutos, quando Etinho fez boa jogada individual, se livrando de vários adversários, mas o cruzamento acabou nas mãos do goleiro Renan. No minuto seguinte, foi a vez de Zé Carlos cruzar e Laécio cabecear, mas a bola saiu. O Sobradinho continuava mais agressivo, enquanto o time dirigido por Oswaldo de Oliveira mostrava muita lentidão e não se aproveitava dos espaços concedidos pela equipe do Distrito Federal. Aos 15 minutos, o goleiro Renan apareceu bem em chute cruzado de Zé Carlos. Dois minutos, Bolívar evitou a conclusão de Laécio, dentro da pequena área.

Apenas Seedorf continua mostrando um bom futebol no time de General Severiano. Aos 20 minutos, o meia holandês recebeu no bico direito da grande área, evitou a marcação e mandou a bomba, mas a bola explodiu no travessão do Sobradinho. No minuto seguinte, Lucas cruzou, a bola desviou em Zé Carlos e quase enganou o goleiro Donizeti que conseguiu espalmar para escanteio.

Aos 22 minutos, o zagueiro Alysson se desentendeu com Hildo, os dois jogadores do Sobradinho se empurraram e o árbitro, depois de alertado pelo assistente, expulsou Alysson. Aos 26, Renan evitou o gol do empate, ao sair com precisão nos pés de Laécio que entrava livre na área. No minuto seguinte,o Botafogo ampliou com Fellype Gabriel que cabeceou para as redes, depois do cruzamento de Lucas.

O Sobradinho se desesperou e o volante Ramon que já tinha cartão amarelo, recebeu o cartão vermelho. depois de entrar com violência sobre Seedorf. Com dois jogadores a mais, e com a vitória garantida,o Botafogo passou a trocar passes para fazer o tempo passar. E Oswaldo de Oliveira ainda poupou alguns jogadores para a decisão da Taça Rio.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO 2 X 0 SOBRADINHO

Local: Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ)
Data: 24 de abril de 2013 (Quarta-feira)
Árbitro: Rodrigo Amaral (SP)
Assistentes: Danilo Manis (SP) e Gustavo Oliveira (SP)
Cartões amarelos: Jadson, Marcelo Mattos e Vitinho (Botafogo); Laécio e Ramon (Sobradinho)
Cartão vermelho: Alysson e Ramon (Sobradinho)
Gols: BOTAFOGO: Rafael Marques aos 34 minutos do primeiro tempo e Fellype Gabriel, aos 27 minutos do segundo tempo

 BOTAFOGO: Renan, Lucas, Bolívar, Dória e Julio Cesar; Marcelo Mattos, Jadson (Lucas Zen), Seedorf (Henrique), Fellype Gabriel (Gegê) e Vitinho; Rafael Marques
Técnico: Oswaldo de Oliveira

 SOBRADINHO: Donizeti, Patrick (Ronaldo), Cauê, Alysson e Zé Carlos; Ramon, Túlio, Mário Lúcio e Hildo; Etinho e Laécio (Edcarlos)
Técnico: João Carlos Cavalo

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.