Botafogo empata com o CRB e não elimina jogo da volta da Copa do Brasil Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_932" align="alignleft" width="292"] Imagem: Ailton Cruz/Divulgação[/caption] Ao decidir poupar 10 de seus titulares, o técnico Oswaldo d [caption id="attachment_932" align="alignleft" width="292"] Imagem: Ailton Cruz/Divulgação[/caption] Ao decidir poupar 10 de seus titulares, o técnico Oswaldo d Rating:
Você está aqui:Home » CAMPEONATO CARIOCA » Botafogo » Botafogo empata com o CRB e não elimina jogo da volta da Copa do Brasil

Botafogo empata com o CRB e não elimina jogo da volta da Copa do Brasil

Imagem: Ailton Cruz/Divulgação

Imagem: Ailton Cruz/Divulgação

Ao decidir poupar 10 de seus titulares, o técnico Oswaldo de Oliveira sabia que corria o risco de o Botafogoapresentar alguma dificuldade em superar o CRB-AL por dois ou mais gols de diferença e evitar o jogo da volta da segunda fase da Copa do Brail. O que o treinador alvinegro não esperava era que os reservas, com jogadores experientes e qualificados, fizessem uma partida tão ruim, nesta quinta-feira, e retornassem do estádio Rei Pelé, em Maceió, com um frustrante empate sem gols.

Com isso, os dois times tem compromisso marcado no próximo dia 15, no Rio de Janeiro, quando farão o jogo da volta. A federação carioca tenta levar essa partida ou a do Flamengo para o reformado estádio do Maracanã. O Botafogo não só não eliminou o CRB como não construiu nenhuma vantagem para a volta. Com o 0 a 0 desta quinta, qualquer empate com gols significa a classificação dos alagoanos.

O torcedor botafoguense pode se conformar com o fato de que os titulares estão concentrados, no Rio de Janeiro, em liquidar a fatura no Campeonato Carioca. Serão campeões se empatarem com o Fluminense neste domingo, em Volta Redonda, na final da Taça Rio (segundo turno do Estadual).

Se essa missão for cumprida, o time principal certamente tem força suficiente para evitar a zebra no Rio de Janeiro e derrotar os alagoanos com tranquilidade, apesar das qualidades apresentadas pelo time de Maceió. Prejudicou também o rendimento alvinegro o mau desempenho de dois jogadores importantes. Os veteranos Renato e Andrezinho deram experiência ao time reserva, mas o longo tempo de inatividade por lesões afetaram os aspectos físico e técnico.

“A gente fez o que pôde. Realmente o trabalho todo da semana está voltado para a decisão de domingo”, comentou o goleiro Jefferson, único titular em campo, em referência ao jogo contra o Fluminense. “Sentimos a falta de entrosamento hoje (quinta)”.

Jefferson, por sinal, foi o responsável pela manutenção do placar em branco, com três defesas importantes. O goleiro Galatto, pelo lado do CRB, não sujou o uniforme: o Botafogo não acertou nenhuma finalização no gol adversário.

Quem esperava um amplo domínio alvinegro se frustrou. Pelo menos no primeiro tempo. Aparentando certo desinteresse, o time reserva botafoguense não imprimiu qualquer pressão sobre os donos da casa. Foram poucas as chegadas na área do oponente. Na verdade, o CRB teve mais domínio territorial que o temido visitante.

Mesmo com suas limitações, a equipe alagoana apresentou dificuldades ao Botafogo com boas trocas de bola e boa transição da defesa para o ataque. Em um dos contra-ataques, quase chegou ao gol. Walter Minhoca iniciou a jogada, que terminou com uma tentativa de Everton Luiz encobrir Jefferson, na dividida. A melhor chance alvinegra foi um descuido da zaga alagoana que Andrezinho desperdiçou, com o gol vazio.

No segundo tempo, o meia alvinegro quase marcou, em cobrança de falta com categoria, mas a bola bateu na trave. E disso o Botafogo reserva não passou. As melhores chances foram dos donos da casa. Aos nove minutos, Carlão ficou frente a frente com Jefferson, mas o goleiro selecionável mais uma vez mostrou o seu valor.

Com o decorrer dos minutos, ambas as equipes se deram por satisfeitas com o resultado. Os botafoguenses confiantes na força do time titular jogando no Rio de Janeiro. Os alagoanos contentes em forçar o segundo jogo e garantir uma visita à Cidade Maravilhosa. E com chances de classificação.

CRB-AL 0 x 0 BOTAFOGO

CRB-AL – Galatto; Paulo Sérgio, Gladstone, Marcus Viícius e João Vitor; Johnnattan, Everton Luiz, Walter Minhoca (Tiago Potiguar) e Jairo (Marcos Antônio); Carlão e Shcwenk (Djavan). Técnico: Ademir Fonseca.

BOTAFOGO – Jefferson; Edilson, Antônio Carlos, André Bahia e Lima; Lucas Zen, Renato (Jadson), Gegê e Andrezinho (Henrique); Vitinho e Bruno Mendes (Sassá). Técnico: Oswaldo de Oliveira.

CARTÕES AMARELOS – Walter Minhoca, Johnnattan e João Vitor (CRB-AL); Edilson e Gegê (Botafogo).

ÁRBITRO – Claudio Francisco Lima e Silva (SE).

RENDA e PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Rei Pelé, em Maceió (AL).

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.