Botafogo vence Atlético-MG e afasta pressão e rivais na briga pelo G-4 Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_2404" align="alignleft" width="300"] Imagem: reprodução site oficial Botafogo[/caption] O Botafogo conseguiu vitória importante na noite [caption id="attachment_2404" align="alignleft" width="300"] Imagem: reprodução site oficial Botafogo[/caption] O Botafogo conseguiu vitória importante na noite Rating: 0
Você está aqui:Home » CAMPEONATO CARIOCA » Botafogo » Botafogo vence Atlético-MG e afasta pressão e rivais na briga pelo G-4

Botafogo vence Atlético-MG e afasta pressão e rivais na briga pelo G-4

Botafogo vence Atlético-MG e afasta pressão e rivais na briga pelo G-4
Imagem: reprodução site oficial Botafogo

Imagem: reprodução site oficial Botafogo

O Botafogo conseguiu vitória importante na noite deste sábado, fundamental para a sequência do clube no Campeonato Brasileiro e na temporada. Ainda nervoso por causa da goleada que sofreu na última quarta-feira para o Flamengo, o Alvinegro entrou em campo sob desconfiança da torcida no Maracanã. O time de Oswaldo de Oliveira não foi brilhante, mas superou o Atlético-MG por 1 a 0 para afastar a pressão e os adversários que buscam o G-4, zona de classificação para a Copa Libertadores.

Com o resultado positivo decidido com gol de Julio Cesar no início do segundo tempo, o Botafogo consegue apagar um pouco da decepção da torcida – que não apareceu em bom número neste sábado, apenas 6.472 pagantes – com a queda na Copa do Brasil e ganha fôlego no Brasileirão.

Agora, Seedorf e cia. estão na terceira colocação da tabela, com 53 pontos. O Alvinegro tem a mesma pontuação do Grêmio, mas perde no saldo de gols. O Atlético-MG aparece tranquilo no torneio, na sexta colocação com 45 pontos. Grêmio e Atlético-PR – agora quarto colocado com 51 pontos – jogam neste domingo. Os adversários são Coritiba e Bahia, respectivamente. Goiás e Vitória, que também sonham com vaga na Libertadores, também complementarão a rodada.

O jogo começou movimentado, com Botafogo e Atlético-MG no ataque. Os visitantes tiveram oportunidade em cobrança de falta, desperdiçada por Luan, e velocidade de Fernandinho. Os donos da casa responderam com chute de longe e perigoso de Seedorf. Alex também teve chance clara, mas errou a finalização. Tudo isso antes dos 7min.

A velocidade do confronto diminuiu na sequência, com os times duelando no meio campo. Muito acionado, Seedorf comandava as ações do Botafogo. No entanto, o camisa 10 tinha dificuldades com a marcação adversária e também cometia alguns erros de passe. Aos 37min, o Alvinegro teve chance de bola parada.

Edílson arriscou chute de longa distância, e a bola tocou no travessão de Victor. O lance deu ânimo ao Botafogo, que terminou o primeiro tempo em cima do Atlético-MG. Aos 44min, Bolívar aproveitou escanteio e cabeceou – Leonardo Silva salvou em cima da linha. Em seguida, Marcelo Mattos e Rafael Marques também tentaram, mas erraram o alvo.

O segundo tempo começou com o Botafogo pressionando e na frente do placar logo aos 6min. Julio Cesar fez boa jogada e tocou para Gabriel, que achou o lateral livre na área. O camisa 26 tentou duas vezes antes de colocar a bola nas redes de Victor.

Em vantagem, o Botafogo passou à defesa, enquanto a tentativa de Oswaldo era dar mais velocidade ao time, com as entradas de Sassá e Lodeiro. As mudanças do Alvinegro não surtiram efeito, com o Atlético-MG ganhando terreno a partir dos 27min.

A partir de então, Jefferson começou a brilhar, como aos 34min em finalização rasteira de Jô. Pressionado, o Botafogo até teve chance no contra-ataque. Os donos da casa, no entanto, seguraram o placar mínimo e garantiram os três pontos.

BOTAFOGO 1 x 0 ATLÉTICO-MG
Data: 26/10/2013 (sábado)
Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Márcio Chagas da Silva (RS)
Auxiliares: Kleber Lucio Gil (SC) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Público: 10.743 presentes e 6.472 pagantes
Renda: R$ 176.180,00
Cartão amarelo: Dória (Botafogo)
Gol: Julio Cesar (aos 6 minutos do segundo tempo)
 Botafogo
Jefferson; Edílson, Dória, Bolívar e Júlio César; Marcelo Mattos, Gabriel, Gegê (Octávio), Seedorf (Lodeiro) e Rafael Marques; Alex (Sassá)
Técnico: Oswaldo de Oliveira
Atlético-MG
Victor; Marcos Rocha, Leonardo Silva, Emerson e Júnior César (Neto Berola); Pierre, Josué (Leandro Donizete), Luan (Guilherme) e Diego Tardelli; Fernandinho e Jô
Técnico: Cuca

 

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.