Comprometimento é a palavra chave, segundo Mazolinha Reviewed by Momizat on . Treinador reforça que mesmo classificado, não haverá acomodação na penúltima rodada [caption id="attachment_2199" align="alignleft" width="300"] Imagem: João Ca Treinador reforça que mesmo classificado, não haverá acomodação na penúltima rodada [caption id="attachment_2199" align="alignleft" width="300"] Imagem: João Ca Rating: 0
Você está aqui:Home » CAMPEONATO CARIOCA » Comprometimento é a palavra chave, segundo Mazolinha

Comprometimento é a palavra chave, segundo Mazolinha

Treinador reforça que mesmo classificado, não haverá acomodação na penúltima rodada

Imagem: João Carlos Gomes

Imagem: João Carlos Gomes

A vaga para a segunda fase da Copa Rio já está garantida, mas não houve moleza para os atletas durante os treinos da semana. Tendo ainda a partida contra o Audax Rio, nesta quarta-feira (16), às 15h, em Moça Bonita, para completar a maratona do returno da primeira fase, a comissão técnica alvirrubra já adiantou que não haverão poupados e o time vai entrar em campo com força máxima para manter o mesmo nível técnico que vem apresentando no decorrer da competição.

A possível ausência que o Bangu deve ter nesta rodada será do volante Gabriel Galhardo, que ainda não está 100% recuperado do desconforto muscular que o afastou do jogo contra o Sampaio Corrêa na última semana e segue na fisioterapia. Entretanto, está confirmado o retorno do lateral Douglas Tuchê e do ídolo Thiago Galhardo, que cumpriram suspensão por receberem três cartões amarelos.

– Nossa luta é jogo após jogo. Fizemos uma semana excelente e Deus está conosco. Cada partida tem um nível diferente e para amanhã não espero moleza, ainda mais pelas chances que o Audax tem para se classificar também. Precisamos manter o mesmo time, porque assim poderemos dar sequência ao trabalho que tem sido feito e seguiremos com a credibilidade que nos está sendo depositada – declarou o técnico Mazolinha, analisando esta partida como possivelmente a mais difícil até então.

Avaliando o time do Audax Rio, o técnico Mazolinha também comentou os perigos que a equipe banguense pode enfrentar, fazendo um minucioso estudo sobre os principais destaques do time e a qualidade adversária no setor ofensivo.

– Pelo que percebi o time deles é muito bem equilibrado e costuma jogar na mesma formação que a nossa. Eles têm atletas de destaque individual como Fabiano Eller, que é um monstro na zaga e o forte poder ofensivo do Denilson. Assim, o comprometimento tático será a nossa principal arma e eu sei que nosso grupo sabe bem o que ser comprometido – destacou o treinador.

Nesta Copa Rio, o Bangu de Mazolinha já superou o Alvirrubro da última edição da competição. Em 2012, na primeira fase, foram 3 vitórias e 5 empates, num total de 14 pontos conquistados. Agora, em 2013, o Bangu já conquistou 17 pontos em uma campanha com 5 vitórias e apenas 2 empates.

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.