Cruzeiro perde por 2 a 1 para o Real Garcilaso Reviewed by Momizat on . Resultado de 2 a 1 para o time peruano teve como nota triste episódio de racismo da torcida local contra o meia Tinga [caption id="attachment_3064" align="align Resultado de 2 a 1 para o time peruano teve como nota triste episódio de racismo da torcida local contra o meia Tinga [caption id="attachment_3064" align="align Rating: 0
Você está aqui:Home » Libertadores » Cruzeiro perde por 2 a 1 para o Real Garcilaso

Cruzeiro perde por 2 a 1 para o Real Garcilaso

Resultado de 2 a 1 para o time peruano teve como nota triste episódio de racismo da torcida local contra o meia Tinga

Imagem: AFP/Arquivos, CRIS BOURONCLE

Imagem: AFP/Arquivos, CRIS BOURONCLE

A estreia do Cruzeiro na Copa Libertadores não foi a imaginada. Nesta quarta-feira (13), o atual campeão brasileiro foi derrotado de virada pelo Real Garcilaso, do Peru, por 2 a 1, no estádio Huancayo, na cidade de Huancayo, em jogo válido pelo Grupo 5. A chave ainda conta com Universidad de Chile e Defensor, do Uruguai, que se enfrentam nesta quinta, em Santiago.

Com o revés no primeiro jogo, o Cruzeiro se vê obrigado a reagir na próxima rodada. No próximo dia 25, o time mineiro receberá o Universidad de Chile, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. O Real Garcilaso joga antes, no dia 19, contra o Defensor, em Montevidéu.

O primeiro tempo do Cruzeiro no duelo no Peru foi bom. O time dominou as ações e criou mais oportunidades de gol que o rival, inclusive com uma bola na trave de Dagoberto. E conseguiu abrir o placar com o zagueiro Bruno Rodrigo, aos 20 minutos. Após escanteio, o defensor cabeceou no ângulo esquerdo da meta de Pretel.

Por causa da altitude de mais de 3.200 metros acima do nível do mar, os jogadores do Cruzeiro caíram de rendimento na segunda etapa. A consequência disso foi a virada do Real Garcilaso. Aos seis minutos, Britez aproveitou um desvio após cobrança de escanteio pela esquerda e tocou para o gol. Aos 16, foi a vez do atacante Rodríguez anotar o segundo.

A nota triste do jogo aconteceu nos minutos finais. Depois de entrar no lugar de Dagoberto, o volante Tinga passou a ser hostilizado pelos torcedores peruanos, que a cada toque na bola do brasileiro o vaiavam e imitavam sons de macaco.

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.