Em jogo fraco, Flamengo e Goiás não saem do zero Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_3566" align="alignleft" width="300"] Imagem: Tarso Sarraf/AGIF[/caption] Imagem Destacada: Tarso Sarraf/AGIF O Flamengo estreou no Campe [caption id="attachment_3566" align="alignleft" width="300"] Imagem: Tarso Sarraf/AGIF[/caption] Imagem Destacada: Tarso Sarraf/AGIF O Flamengo estreou no Campe Rating: 0
Você está aqui:Home » CAMPEONATO BRASILEIRO » Em jogo fraco, Flamengo e Goiás não saem do zero

Em jogo fraco, Flamengo e Goiás não saem do zero

Em jogo fraco, Flamengo e Goiás não saem do zero
Imagem: Tarso Sarraf/AGIF

Imagem: Tarso Sarraf/AGIF

Imagem Destacada: Tarso Sarraf/AGIF

O Flamengo estreou no Campeonato Brasileiro com empate sem gols diante do Goiás. A partida deste domingo foi disputada no estádio Mané Garrincha, em Brasília, que recebeu pouco mais de 19 mil torcedores.

Usando as alas para buscar o campo de ataque, o Flamengo dominou a etapa inicial. Nos primeiros 15 minutos, o time preferiu os avanços pela direita, ora com Léo Moura, ora com Luiz Antônio. Depois disso, a equipe rubro-negra concentrou as jogadas pelo lado esquerdo. Lucas Mugni era quem mais ia à linha de fundo; improvisado na lateral, Everton foi figura apagada.

As inúmeras jogadas de ataque também renderam boas chances de gol. Chicão, aos 22, e Lucas Mugni, aos 25, concluíram com perigo, mas em ambas Renan fez defesas sensacionais, o que o fez sair para o intervalo como o melhor jogador do primeiro tempo.

Na etapa complementar o Goiás conseguiu equilibrar o jogo. O time avançou a marcação e passou a explorar contragolpes, em geral buscando a movimentação do veterano Araújo pelo lado esquerdo. Tiago Real, que entrou na vaga de Rychely, aparecia eventualmente pela direita.

Já o Flamengo seguiu com mais volume de jogo, mas abusou dos erros de passes. Mugni, que havia feito um bom primeiro tempo, voltou desligado para a etapa final e acabou substituído por Mattheus – que demonstrou falta de entrosamento. Os laterais também pararam de ir à linha de fundo, e o time passou praticamente a tentar a ligação direta para Alecsandro, que quando não estava escondido entre os zagueiros, estava em impedimento. O placar final não poderia ser outro que não o 0 a 0.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 0 X 0 GOIÁS

FLAMENGO – Felipe; Léo Moura, Chicão, Wallace e Éverton; Amaral (Gabriel), Luiz Antonio, Márcio Araújo e Mugni (Mattheus); Paulinho e Alecsandro. Técnico – Jayme de Almeida.

GOIÁS – Renan; Vítor, Jackson, Paulo Henrique, e Lima; Amaral, David, Thiago Mendes e João Paulo (Ramon); Araújo (Welinton Júnior) e Rychely (Tiago Real). Técnico – Ricardo Drubscky.

ÁRBITRO – Anderson Daronco (RS).

CARTÕES AMARELOS – Amaral, Léo Moura, Lucas Mugni, Wallace, Tiago Real e Thiago Mendes.

RENDA – R$ 1.144.551,00.

PÚBLICO – 19.012 pagantes.

LOCAL – Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.