Flamengo e Vasco ficaram no empate e frustram os torcedores Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_1965" align="alignleft" width="292"] Imagem: Dida Sampaio/Estadão[/caption] A partida justificou a campanha irregular dos dois times. Er [caption id="attachment_1965" align="alignleft" width="292"] Imagem: Dida Sampaio/Estadão[/caption] A partida justificou a campanha irregular dos dois times. Er Rating:
Você está aqui:Home » CAMPEONATO CARIOCA » Flamengo e Vasco ficaram no empate e frustram os torcedores

Flamengo e Vasco ficaram no empate e frustram os torcedores

Imagem: Dida Sampaio/Estadão

Imagem: Dida Sampaio/Estadão

A partida justificou a campanha irregular dos dois times. Erros de passes constantes, além de falhas individuais e total falta de criatividade marcaram o clássico. Os dois goleiros praticamente não foram exigidos, tal a falta de objetividade de ambos os ataques. Pelo Vasco, Juninho Pernambucano, em seu 12.º jogo seguido, já dava sinais de desgaste e levou cartão amarelo ao cometer uma falta que não é de seu feitio: entrou de sola em Paulinho. O veterano craque foi substituído no intervalo.

Antes disso, em um raro momento de perigo, Paulinho aproveitou uma “furada” do zagueiro Cris, avançou pela direita e viu Hernane livre na área. Depois do passe, o artilheiro do Flamengo na competição, com 10 gols, concluiu, livre, para abrir o placar. Quase que o Flamengo ampliou em seguida. O Vasco se assustou com a desvantagem e aumentou seu volume de erros, o que deixou o goleiro Diogo Silva muito nervoso. O time de Dorival Júnior reagiu no segundo tempo e precisou também de um erro, desta vez de João Paulo, do Flamengo, para chegar ao empate. A jogada, bem construída, começou com Marlone e terminou com um chute rasteiro de Willie.

O restante do jogo misturou correria, quedas e a omissão do árbitro mineiro Ricardo Marques Ribeiro, que expulsou Dorival Júnior por reclamação, mas deixou em campo o zagueiro Wallace, do Flamengo, que só foi advertido com um cartão amarelo, quando durante toda a partida foi responsável por três irregularidades que teriam de ser punidas com cartão. Ou seja, também tinha de ter sido expulso. Ao final, o único aplaudido foi o lateral-direito Leonardo Moura, que completou 450 jogos pelo clube rubro-negro.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 x 1 VASCO

FLAMENGO Paulo Victor; Leonardo Moura, Wallace, Chicão e João Paulo; Amaral, Elias, Carlos Eduardo (Luiz Antônio) e André Santos (Gabriel); Paulinho (Rafinha) e Hernane. Técnico: Jayme de Almeida.

VASCO Diogo Silva; Fagner, Jomar, Cris e Yotún; Fillipe Soutto, Pedro Ken, Juninho (Willie) e Jhon Cley (Wendel); Marlone e Edmilson (André). Técnico: Dorival Júnior.

GOLS – Hernane, aos 33 minutos do primeiro tempo; Willie, aos 8 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Wallace e André Santos (Flamengo); Juninho Pernambucano, Pedro Ken, Jhon Cley e Yotún (Vasco).

ÁRBITRO – Ricardo Marques Ribeiro (Fifa/MG).

RENDA – R$ 2.054.140,00.

PÚBLICO – 34.597 pagantes.

LOCAL – Estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF).

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.