Fluminense leva gol no fim e é derrotado pelo Emelec Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_936" align="alignleft" width="300"] Imagem: AFP[/caption] O Fluminense esteve muito perto de conseguir um bom resultado no Equador, nest [caption id="attachment_936" align="alignleft" width="300"] Imagem: AFP[/caption] O Fluminense esteve muito perto de conseguir um bom resultado no Equador, nest Rating:
Você está aqui:Home » CAMPEONATO CARIOCA » Fluminense leva gol no fim e é derrotado pelo Emelec

Fluminense leva gol no fim e é derrotado pelo Emelec

Imagem: AFP

Imagem: AFP

O Fluminense esteve muito perto de conseguir um bom resultado no Equador, nesta quinta-feira, mas não aguentou a pressão. Um pênalti polêmico, marcado no final do jogo, decretou a vitória do Emelec por 2 a 1, pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores da América.

O resultado dá a vantagem do empate para o time equatoriano no jogo de volta, enquanto a equipe tricolor terá que buscar uma vitória simples em casa para avançar. Olimpia e Tigre disputam para ver quem enfrentará Fluminense ou Emelec nas quartas.

O primeiro tempo foi agitado em Guayaquil, e o Fluminense correu risco de sofrer um gol logo no começo: aos 2min, Mondaini pegou sobra dentro da área, aplicou um belo corte e chutou com força e precisão, mas acertou a trave. O Fluminense só foi se achar em campo e equilibrar a partida depois de dez minutos.

A primeira chance de gol do time tricolor foi aos 23min, quando Rhayner fez bonito lance, mas acabou parado com falta perto da área. Wagner foi para a cobrança, Dreer espalmou e mandou a bola na trave. Porém, quando o Fluminense parecia melhor, aconteceu o gol do Emelec de forma acidental. Após cruzamento da direita, Leandro Euzébio tentou afastar, mas chutou a bola para dentro do próprio gol.

Apesar disso, o time carioca não se abalou e continuou com boa presença no ataque. Wellington Nem perdeu boa chance aos 42min, mas logo depois saiu o empate: pela esquerda, Carlinhos rolou para Wagner, que chutou cruzado e marcou um golaço.

 Confirmando o primeiro tempo cheio de emoções, o Emelec ainda esteve perto de marcar de novo duas vezes, mas os times foram para o intervalo com 1 a 1 no placar.

 A intensidade do primeiro tempo fez os times cansarem e por isso a etapa final começou morna. Tanto Emelec quanto Fluminense preferiram tocar a bola e não conseguiram entrar na área durante os quinze minutos iniciais. A solução foi chutar de longe, como fez De Jesús aos 18min, mas Cavalieri fez difícil defesa.

Depois disso, o Fluminense passou a ficar mais satisfeito com o empate e se armou apenas para encaixar contra-ataques. O time equatoriano naturalmente ficou com mais posse de bola, mas criou pouco. A melhor chance foi aos 37min, quando Gaibor lançou Mondaini pela esquerda. Ele ficou de frente para Cavalieri, que fez outra defesa para salvar o Fluminense.

Mas a pressão aumentou a ponto de ficar insustentável e, aos 40min do segundo tempo, o juiz marcou um pênalti polêmico para o Emelec, em disputa entre Mondaini e Carlinhos. Gaibor foi para a cobrança, superou Cavalieri e decretou a festa da torcida local.

Ficha técnica

 EMELEC 2 x 1 FLUMINENSE

 Gols
EMELEC: Leandro Euzébio, aos 32min do 1º tempo; Gaibor, aos 41min do 2º tempo

 FLUMINENSE: Wagner, aos 42min do 1º tempo

 EMELEC: Esteban Dreer, Oscar Baguí, John Narvaez, Wilson Morante, Vera, Pedro Quiñonez, Fernando Giménez (Caicedo), Marcos Mondaini, Enner Valencia, Eddy Corozo (Gaibor) e Marlón De Jesus (Vinicio Angulo)
Treinador: Gustavo Quinteros

FLUMINENSE: Diego Cavalieri; Bruno, Gum, Leandro Euzébio e Carlinhos; Edinho, Jean e Wagner (Felipe); Rhayner (Thiago Neves), Wellington Nem (Samuel) e Rafael Sóbis
Treinador: Abel Braga

 Cartões amarelos
EMELEC: Oscar Baguí
FLUMINENSE: Leandro Euzébio

 Árbitro
Wilmar Roldán

 Local
Estádio George Capwell, em Guayaquil (EQU)

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.