Fred: “Cada gol que faço com a amarelinha, o torcedor tricolor pode se sentir representado” Reviewed by Momizat on . Camisa nove de respeito. E que respeito. Artilheiro estadual, nacional e agora internacional. Fred foi um dos destaques da Seleção Brasileira na Copa das Confed Camisa nove de respeito. E que respeito. Artilheiro estadual, nacional e agora internacional. Fred foi um dos destaques da Seleção Brasileira na Copa das Confed Rating:
Você está aqui:Home » CAMPEONATO CARIOCA » Fred: “Cada gol que faço com a amarelinha, o torcedor tricolor pode se sentir representado”

Fred: “Cada gol que faço com a amarelinha, o torcedor tricolor pode se sentir representado”

Camisa nove de respeito. E que respeito. Artilheiro estadual, nacional e agora internacional. Fred foi um dos destaques da Seleção Brasileira na Copa das Confederações. Com nove gols marcados na Era Felipão, é o artilheiro da atual Seleção. O trabalho é reflexo do que o atacante vem realizando no Fluminense. Com faro de gol, liderança e carisma ele representa o Fluminense no cenário do futebol mundial.

Imagem: Nelson Perez/Fluminense. F.C.

Imagem: Nelson Perez/Fluminense. F.C.

– O que estou fazendo na Seleção é reflexo do trabalho realizado no Fluminense, e quem me dá essa base é o clube. Cada gol que faço com a amarelinha, o torcedor tricolor pode se sentir representado, tem motivo para comemorar de um jeito especial. Eu também sei que a torcida deles por mim é diferente, única. É uma torcida que aprendi a respeitar e admirar muito, e espero dar ainda mais motivos para eles se alegrarem – afirmou.

Fred é querido. De jeito simples. Sempre atende os torcedores na rua e no clube. Sabe que cada minuto de fama que vive é fruto de um trabalho duro que começou desde moleque. Começou no América-MG, depois Cruzeiro, Lyon-FRA e chegou ao Fluminense em março de 2009. Disputou 166 jogos, marcou 109 gols com a camisa tricolor, a maior marca atingida por ele em um clube na carreira. Conquistou os Brasileiros de 2010 e 2012.

Ganhou o Estadual de 2012. Foi artilheiro da competição em 2010. Em 2011, o atacante voltou a marcar seu nome na história ao terminar o Campeonato Carioca como artilheiro da competição, com dez gols. E, no Brasileirão, tornou-se o maior artilheiro do Fluminense em uma única edição do campeonato, com 22 gols. O momento é espetacular. Livre das lesões que atormentam todo atleta, ele está feliz e explica o motivo do atual momento:

– Devo a todo mundo no clube, desde o manobrista até o presidente. O ambiente de trabalho é maravilhoso, é um lugar que sinto prazer em chegar todos os dias. Sou muito respeitado por todos lá dentro e isso dá motivação para dar sempre o meu melhor. A comissão técnica é sensacional, passa muita confiança e nos dá a segurança que precisamos para fazer um bom trabalho a cada dia. É um conjunto de fatores que faz com que o resultado seja esse. Nós somos uma família dentro do clube, me sinto em casa!

No Fluminense, o jeito de comemorar os gols é único. Com o coração nas mãos ele joga para a torcida que aprendeu a amar seu artilheiro e capitão. Líder em campo, Fred é o ícone tricolor nos últimos anos. Sua liderança não se resume só dentro de campo mas fora também. Na Seleção Brasileira, Felipão já afirmou que Fred é um dos seus capitães em campo:

– A liderança surgiu naturalmente. Fiquei muito feliz quando o Felipão me elegeu como um dos líderes da Seleção. E me sinto preparado para contribuir com o grupo nesse sentido, porque, na minha carreira, não é uma novidade essa responsabilidade a mais dentro de um time. Desde os 20 anos, já era capitão no Cruzeiro e, no Fluminense, também exerço esse papel. Claro que é uma honra enorme ser considerado um dos líderes de um plantel que todo jogador sonha em fazer parte, mas, na Seleção, as responsabilidades são muito bem distribuídas, todos tem muita liberdade lá dentro. No que o Felipão precisar de mim, estarei sempre pronto para ajudar no trabalho desenvolvido por ele – concluiu.

Os números de Fred na Carreira:

– 451 jogos;

– 258 gols;

No Fluminense:

– 166 jogos;

– 109 gols

Na Seleção Brasileira:

– 30 jogos

– 16 gols pela Seleção; (18 vitórias, 8 empates e 4 derrotas)

– 18 jogos como titular, 12 como reserva;

Ao lado de Fernando Torres, da Espanha, Fred foi o artilheiro da Copa das Confederações, com cinco gols. Com números impressionantes, Fred espera dar continuidade do seu trabalho no Fluminense. Sua casa. Onde é amado e querido por todos. Um artilheiro. Capitão. Ídolo. Talvez o maior nome na história contemporânea do clube.

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.