Grêmio perde em plena Arena para o lanterna do Gaúcho Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_329" align="alignleft" width="300"] Imagem: Divulgação[/caption] Em jogo que poderia marcar a estreia de Fábio Aurélio pelo Grêmio, o Tr [caption id="attachment_329" align="alignleft" width="300"] Imagem: Divulgação[/caption] Em jogo que poderia marcar a estreia de Fábio Aurélio pelo Grêmio, o Tr Rating:
Você está aqui:Home » Outros Times » Grêmio perde em plena Arena para o lanterna do Gaúcho

Grêmio perde em plena Arena para o lanterna do Gaúcho

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

Em jogo que poderia marcar a estreia de Fábio Aurélio pelo Grêmio, o Tricolor foi surpreendido pelo Cruzeiro em plena Arena e perdeu por 2 a 1 em uma partida muito apática por parte do time da casa. Mesmo com a força máxima (com excessão de Elano), o Imortal jogou muito mal e os três atacantes não surtiram efeito. Jô e Reinaldo fizeram para os adversários e Welliton diminuiu.

O JOGO

Apesar de estar utilizando praticamente a força máxima de novo, o Grêmio não conseguiu encaixar seu jogo na Arena. O Tricolor tentava trocar passes rápidos e criar tabelas, mas não chegava ao gol do adversário. A melhor chance no começo do jogo veio com a cabeçada para fora de Cris. Pouco depois, o Cruzeiro chegou com muito perigo e criou a melhor oportunidade de toda a primeira etapa.

Jô recebeu na área após furada de Jean Paulo, dominou e pegou mascado de esquerda. Seu chute desviou em Souza e por pouco não entrou, passando à esquerda de Dida. O perigoso Jô teve outra oportunidade ainda no primeiro tempo: ele recebeu pelo lado direito da área, mas demorou muito para chutar. Quando foi mandar para o gol, foi travado por Cris.

Confirmado de última hora como titular por Luxemburgo, Fernando insistia em cobranças de falta de longa distância. Quando Elano não joga, a bola parada gremista cai muito. A chance mais clara do Grêmio veio no final, quando Welliton recebeu na direita e chutou forte cruzado para a defesa do goleiro Fábio.

SEGUNDO TEMPO

Na volta do intervalo, Dida foi substituído por Marcelo Grohe. A torcida começava a pegar no pé de Welliton, que pouco produzia. Souza completou cruzamento de Pará pelo lado direito, mas mandou por cima. Mesmo com o time jogando mal, a torcida não esperava o que estava por vir.

Após chutão para o campo de ataque do Cruzeiro, o goleiro Marcelo Grohe, que entrara no intervalo, se enrolou todo com Werley e a bola ficou limpinha para o atacante Jô fazer o primeiro gol do jogo.

No lance seguinte, a bola ficou limpa para Kleber, que chutou de direita tentando tirar do goleiro. Mas tirou tanto, que a bola foi para fora. O Grêmio foi para cima com tudo e o gol de empate parecia que não demoraria, o que de fato aconteceu.

Após cruzamento de escanteio da esquerda, Cris desviou de leve no primeiro pau e Welliton testou para empatar o jogo. O Cruzeiro pareceria não ter forças para sequer segurar o empate, mas nova surpresa: gol de Reinaldo. Jean Paulo bateu escanteio na área e a zaga gremista só assistiu o zagueiro se antecipar e testar forte para o fundo do gol. Já na reta final do jogo, Jô teve a chance de se consagrar e matar o jogo, mas chutou muito torto para fora.

Já nos acréscimos, Pará e Jô começaram uma discussão por uma entrada forte do lateral gremista e quase se bateram, não fosse a intervenção do juíz. O Grêmio foi com tudo para cima, mas não conseguiu furar o bloqueio do Cruzeiro, que conseguiu sua primeira vitória no segundo turno.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO 1 X 2 CRUZEIRO

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre (RS)

Data/Hora: Quinta-feira, 28/03/2013 – 19h30

Árbitro: Márcio Coruja

Auxiliares: José Eduardo Calza e Alexandre Kleiniche

Renda/público: Não divulgados

Cartões Amarelos: André Santos e Pará (GRE); Reinaldo, Alberto, Marcelo Santos, Cláudio, Faísca e Jô(CRU)

Cartões Vermelhos: Não houve

GOLS: Jô, aos 14’/2ºT (0-1); Welliton, aos 22’/2ºT (1-1) e Reinaldo, aos 28’/2ºT (1-2)

GRÊMIO: Dida (Marcelo Grohe – Intervalo); Pará, Cris, Werley e André Santos; Fernando, Souza (Marco Antônio – 25’/2ºT) e Zé Roberto; Kleber, Welliton e Barcos (Barcos – 38’/2ºT) . Técnico: Vanderlei Luxemburgo

CRUZEIRO: Fábio; Reinaldo, Cláudio, Léo Carioca (Rogério – 24’/2ºT) e Marcelo Santos; Alberto, Almir, Faísca e Jean Paulo; Jean (Maxwall – 27’/2ºT) e Jô. Técnico: Benhur Pereira

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.