Mesmo com time misto, Atlético-MG vence o Corinthians no Pacaembu Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_1577" align="alignleft" width="300"] Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians[/caption] Com empenho no gramado do Pacaembu, mas com a cabe [caption id="attachment_1577" align="alignleft" width="300"] Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians[/caption] Com empenho no gramado do Pacaembu, mas com a cabe Rating:
Você está aqui:Home » Campeonato Paulista » Mesmo com time misto, Atlético-MG vence o Corinthians no Pacaembu

Mesmo com time misto, Atlético-MG vence o Corinthians no Pacaembu

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Com empenho no gramado do Pacaembu, mas com a cabeça nas decisões de quarta-feira, o Atlético-MG derrotou o Corinthians por 1 a 0 na tarde deste domingo, no Pacaembu. O gol foi marcado por Rosinei após cruzamento de Bernard. Foi a terceira vitória mineira e a segunda derrota do Alvinegro paulista no Brasileirão 2013, após sete rodadas.

Os clubes se enfrentaram com equipes mescladas de titulares e reservas, mas por motivos diferentes. Enquanto o técnico Cuca poupou alguns de seus principais jogadores (Ronaldinho Gaúcho nem foi relacionado), Tite não contou com Danilo, Renato Augusto, Douglas e Emerson Sheik, todos machucados.

E justamente por causa dessas ausências, principalmente na armação das jogadas, o confronto teve um início no toma-lá-dá-cá. Com formações ofensivas nos dois times, a bola ficou praticamente o tempo todo nos campos de ataque, com chances de gol de ambos os lados. A primeira grande chance foi do corintiano Romarinho, que driblou três zagueiros, mas chutou mascado de esquerda, passando à esquerda do gol de Victor. Na sequência, o Galo teve um gol impedido de Réver, e, pouco depois, Ralf acertou um chutaço por cobertura que Victor mandou para escanteio.

Os lances de perigo continuaram até que Rosinei desviou de ponta de chuteira um cruzamento de Bernard, da esquerda, e superou Cássio, abrindo o placar no Pacaembu. Atrás do marcador, o Corinthians partiu para o ataque e o panorama do jogou se alterou um pouco, com o Galo mais na marcação e partindo nos contra-ataques, enquanto os paulistas forçavam, principalmente, pelo lado esquerdo, com Ibson e Pato. Apesar da pressão no fim do primeiro tempo, com ótimas defesas de Victor, o Timão não conseguiu furar o bloqueio mineiro.

Tudo ou nada

A segunda parcial começou com os times mais abertos que na primeira. No entanto, apesar do ímpeto inicial corintiano, foram do Galo as principais chances de gol. Guilherme e Rosinei quase ampliaram o placar, mas erraram no arremate final. Faltava ao Corinthians alguém que pegasse a bola no meio de campo e cadenciasse o jogo até encontrar um atacante em boa posição para marcar, como Danilo ou Renato Augusto. Ibson, o único na armação pelo meio, não teve uma boa apresentação.

Como não tinha esse homem, o técnico Tite tirou o zagueiro Paulo André aos 26 minutos para colocar outro atacante, Paulo Victor, na direita, voltando Romarinho para a armação das jogadas no meio, ao lado de Ibson, e deixando Pato na esquerda, mas mesmo assim o Corinthians não conseguiu furar a eficiente defesa do Galo com Gilberto Silva, Réver, Marcos Rocha (que substituiu o lesionado Júnior César) e Rafael Marques.

No fim, Tite fez outra tentativa com o atacante Léo no lugar de Pato, que não conseguia sair da marcação rival, mas, mesmo assim, não surtiu efeito e o Timão saiu derrotado do Pacaembu com mais de 32 mil pagantes.

Antes de voltar a campo pelo Brasileirão, as duas equipes têm confrontos decisivos na próxima quarta-feira. Após vencer o jogo de ida por 2 a 1, o Corinthians tenta o título da Recopa Sul-Americana às 21h50, no Pacaembu, contra o São Paulo. Já o Galo vai até o Paraguai, no mesmo horário, para o primeiro jogo da decisão da Libertadores, contra o Olimpia.

FICHA TÉCNICA:
CORINTHIANS 0 x 1 ATLÉTICO-MG

Local: Pacaembu, São Paulo (SP)
Data/Hora: 14/7/2013 – 16h
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Auxiliares: Fabrício Vilarinho da Silva (GO) e Marrubson Melo Freitas (DF)
Renda/ Público: 32.797 pagantes / R$ 1.152.192,00
Cartões amarelos: Michel, Luan e Guilherme (CAM); Guilherme e Fábio Santos (COR)
Cartões vermelhos: Não houve
GOL: Rosinei, 36’/1ºT (0-1)

CORINTHIANS: Cássio, Edenílson, Gil, Paulo André (Paulo Victor, 26’/2ºT) e Fábio Santos; Ralf, Guilherme, Ibson e Romarinho; Alexandre Pato (Léo, 37’/2ºT) e Guerrero. Técnico: Tite.

ATLÉTICO-MG: Victor, Michel, Réver (Lucas Cândido, Intervalo), Rafael Marques e Junior Cesar (Marcos Rocha, 8’/2ºT); Gilberto Silva e Rosinei; Neto Berola (Luan, 14’/2ºT), Guilherme e Bernard; Alecsandro. Técnico: Cuca.

LANCEPRESS

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.