Nos pênaltis Ituano vence o Santos e se consagra bicampeão paulista Reviewed by Momizat on . [caption id="attachment_3520" align="alignleft" width="300"] Imagem: Divulgação[/caption] O Ituano é o campeão paulista de 2014. O time do interior derrotou o S [caption id="attachment_3520" align="alignleft" width="300"] Imagem: Divulgação[/caption] O Ituano é o campeão paulista de 2014. O time do interior derrotou o S Rating: 0
Você está aqui:Home » Campeonato Paulista » Nos pênaltis Ituano vence o Santos e se consagra bicampeão paulista

Nos pênaltis Ituano vence o Santos e se consagra bicampeão paulista

Nos pênaltis Ituano vence o Santos e se consagra bicampeão paulista
Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

O Ituano é o campeão paulista de 2014. O time do interior derrotou o Santos na disputa de pênaltis, neste domingo (13), por 7 a 6, após ter perdido por 1 a 0 no tempo normal, e levantou a taça no estádio do Pacaembu. A equipe havia vencido a primeira partida da final por 1 a 0.

É o segundo título estadual do time de Itu, que havia sido campeão paulista em 2002, quando os grandes clubes não participaram por estarem envolvidos na disputa do Torneio Rio-São Paulo.

A final começou com o Santos tendo o domínio da posse de bola e com muitas divididas. Nos primeiros 15 minutos, Rafael Silva e Esquerdinha, os dois atacantes do Ituano, já tinham recebido cartão amarelo após duras entradas em Cícero e Geuvânio.

A partir dos 30 min o jogo começou a apresentar lances mais técnicos. As maiores chances de gol foram criadas pelo Santos, que precisava de um gol para levar a decisão pelo menos para os pênaltis.

O gol saiu no final do primeiro tempo. Leandro Damião furou dentro da área, Cícero correu atrás da sobra e caiu após sofrer carrinho do zagueiro Alemão. O próprio Cícero cobrou firme no canto direito do goleiro Vágner e abriu o placar.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 1 X 0 ITUANO (6 a 7 nos pênaltis)

SANTOS – Aranha; Cicinho, Neto, David Braz e Mena; Arouca, Alison e Cícero; Geuvânio (Alan Santos), Thiago Ribeiro (Rildo) e Leandro Damião (Gabriel). Técnico – Oswaldo de Oliveira.

ITUANO – Vagner; Dick, Alemão, Anderson Salles e Dener; Josa, Paulinho (Marcinho), Jackson Caucaia, Cristian (Marcelinho) e Esquerdinha; Rafael Silva (Jean Carlos). Técnico – Doriva.

GOL – Cícero, aos 46 minutos do primeiro tempo.
ÁRBITRO – Raphael Claus.
CARTÕES AMARELOS – Vladimir, David Braz, Arouca, Cristian, Esquerdinha e Rafael Silva.
CARTÃO VERMELHO – Cicinho.
RENDA – 1.901.845,00.
PÚBLICO – 34.964 pagantes.
LOCAL – Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

O gol deixou o meia do Santos na liderança da artilharia do Campeonato Paulista com nove gols, ao lado de Alan Kardec (Palmeiras), Léo Costa (Rio Claro) e Luis Fabiano (São Paulo).

No segundo tempo, o Ituano deixou a postura defensiva de lado e passou a pressionar mais o Santos e ocupar o campo de ataque. Depois dos primeiros 15 minutos o Santos conseguiu reequilibrar as ações.

As duas equipes criaram chances de gol, mas mantiveram um ritmo de jogo mais conservador até o apito final, e foram para a decisão por pênaltis.

Nas primeiras cinco cobranças de cada time, Anderson Salles e Rildo desperdiçaram suas cobranças para Ituano e Santos, respectivamente. Nas alternadas, Vágner defendeu o pênalti do zagueiro Neto e deu o título ao time do interior.

 

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.