Nutricionista explica objetivos da alimentação balanceada no Bangu Reviewed by Momizat on . Felipe Abreu destaca números com poucas semanas de treinos e estrutura montada para atender os atletas [caption id="attachment_5082" align="alignright" width="3 Felipe Abreu destaca números com poucas semanas de treinos e estrutura montada para atender os atletas [caption id="attachment_5082" align="alignright" width="3 Rating: 0
Você está aqui:Home » CAMPEONATO CARIOCA » Nutricionista explica objetivos da alimentação balanceada no Bangu

Nutricionista explica objetivos da alimentação balanceada no Bangu

Nutricionista explica objetivos da alimentação balanceada no Bangu

Felipe Abreu destaca números com poucas semanas de treinos e estrutura montada para atender os atletas

FOTO: EMERSON PEREIRA/BANGU

Faça chuva ou sol, os atletas do Bangu estão trabalhando duro na preparação para o Campeonato Carioca 2018. E para que tudo corra bem dentro das quatro linhas, o extracampo tem que estar alinhado. Para que os alvirrubros possam corresponder aos trabalhos do técnico Alfredo Sampaio e sua comissão, devem estar bem alimentados e hidratados. E essa é a função de Felipe Abreu, nutricionista do clube e responsável por montar o cardápio das refeições servidas ao elenco profissional.

– Quando cheguei ao Bangu, busquei adequar a suplementação e a alimentação balanceada dos atletas para que não falte energia em trabalhos mais desgastantes. Tudo isso é desenvolvido para que eles possam corresponder à altura em todos os treinamentos. A diretoria entendeu a importância deste trabalho e fez questão de manter para a temporada 2018, montando uma estrutura dentro do Estádio de Moça Bonita e dando todo o suporte – destaca Felipe.

Antes dos trabalhos físicos e técnicos terem início, os banguenses passaram por uma bateria de exames e avaliações com o setor de fisiologia. A partir daí, Felipe Abreu pôde montar o cronograma de alimentação do Alvirrubro durante o período de treinamentos antecedentes ao Cariocão. Ele também comentou sobre a queda do percentual de gordura da equipe com poucos dias trabalhados.

– Com a avaliação antropométrica feita em cada a atleta durante a primeira semana, foi implementada a adequação na alimentação e suplementação de maneira imediata. Com uma semana de trabalho em campo, tivemos uma queda geral de 1,5% no percentual de gordura. Fora alguns atletas que perderam 3%, 3,5% de gordura. Se não tivéssemos um cardápio bem planejado e balanceado, não conseguiríamos este resultado – explica.

O Bangu segue a sua fase de treinamentos pré-Carioca no Estádio de Moça Bonita. Em janeiro, o Alvirrubro viaja para Pinheiral, no Sul Fluminense, para realizar pré-temporada utilizando toda estrutura do CT João Havelange. Na competição, o time de Alfredo Sampaio estreia contra o Vasco da Gama, em São Januário, em 17 ou 18 de janeiro.

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.