Ricardo Berna encerra seu ciclo no Fluminense e fica para sempre na história tricolor Reviewed by Momizat on . Um eterno guerreiro com uma bela história. É dessa maneira que o torcedor tricolor se lembrará pra sempre do goleiro Ricardo Berna. Com quase nove anos de dedic Um eterno guerreiro com uma bela história. É dessa maneira que o torcedor tricolor se lembrará pra sempre do goleiro Ricardo Berna. Com quase nove anos de dedic Rating:
Você está aqui:Home » CAMPEONATO CARIOCA » Ricardo Berna encerra seu ciclo no Fluminense e fica para sempre na história tricolor

Ricardo Berna encerra seu ciclo no Fluminense e fica para sempre na história tricolor

Um eterno guerreiro com uma bela história. É dessa maneira que o torcedor tricolor se lembrará pra sempre do goleiro Ricardo Berna. Com quase nove anos de dedicação ao Fluminense, Berna conquistou seu espaço na história do clube com uma passagem dedicada e vitoriosa. Diante de tamanhos serviços prestados, a diretoria atendeu ao desejo do atleta e, em comum acordo, acertou a liberação do goleiro nesta quinta-feira, 4. Em nome de todo o comando tricolor, o Vice-presidente de Futebol, Sandro Lima, transmitiu o sentimento de todos que trabalharam com o goleiro durante esses anos no clube.

Imagem: Divulgação

Imagem: Divulgação

─ Falar do Berna sempre requer muita atenção, pois ele é um jogador que fez parte da história do Fluminense como poucos. Sempre foi um profissional exemplar e com um compromisso impar. Um jogador que sempre conseguiu acompanhar o pensamento de evolução profissional que tentamos implantar. Dentro de campo, não precisa nem falar. Participou de todos os títulos que conquistamos nos últimos anos e que nos colocaram no atual patamar de destaque no cenário brasileiro. Nós desejamos que ele possa contribuir com todas essas qualidades onde ele estiver trabalhando. Sua bela trajetória aqui estará sempre presente na memória de todos os tricolores ─ declarou nostalgicamente o dirigente.

Presente nas conquistas da Copa do Brasil de 2007, do Campeonato Carioca de 2012, e dos Campeonatos Brasileiros de 2010 e também de 2012, o goleiro é o jogador com mais títulos nacionais na história do clube, o que é motivo de orgulho incomparável.

─ O Fluminense me proporcionou muitas coisas. Na minha carreira, eu sempre progredi a passos curtos, mas firmes. Aqui, eu consegui dar passos mais largos e que me projetaram de uma forma muito especial, que me deram um reconhecimento maior na profissão. Isso me abriu muitas portas e me fez conhecer muitas pessoas. Hoje, analiso a minha vida, como as coisas começaram e até onde eu cheguei, e me considero um vitorioso. Com certeza foi no Fluminense que eu consegui as minhas maiores conquistas ─ destacou o goleiro.

O Diretor de Futebol, Rodrigo Caetano, também ressaltou o caráter profissional do atleta em sua passagem pelas Laranjeiras.

─ Gostaria de frisar que o Berna é um atleta de alto potencial, com um caráter incontestável e um espírito de liderança privilegiado. Sempre contribuiu com nosso planejamento e nos ajudou a aplicar a nossa gestão profissional. Fizemos questão de atender ao desejo dele o quanto antes, mas também fazemos questão de dizer que as portas do clube estarão sempre abertas para ele no futuro ─ declarou o diretor.

O próprio Ricardo Berna lembra de seu início no Fluminense e de tudo que teve a oportunidade de vivenciar no clube, o que ele considera ter agregado muito na sua experiência como jogador de futebol.

 ─ Aqui eu pude aprender muito. Tive boas referencias, convivi com muita coisa, com pessoas indo e chegando. Eu busco sempre aprender e o Fluminense me deu a oportunidade de conviver com pessoas vencedoras. É um grande clube, com uma torcida imensa e apaixonada. Quando eu cheguei, o clube buscava um novo modelo, mais profissional, e eu participei desse processo desde o início. Jamais esquecerei dos profissionais que aqui trabalham. Hoje, posso dizer com propriedade que as pessoas que trabalham aqui são de um nível profissional espetacular ─ avaliou.

Em relação ao seu futuro, Berna tem planos e voar alto, dentro e fora das quatro linhas.

─ Eu sempre fui muito transparente e autentico em tudo o que eu penso, e neste momento não será diferente. Cada vez mais eu venho pensando no pós-futebol. Prezo sempre por aproveitar as oportunidades que você ganha na vida. Eu sempre pensei em não continuar no futebol após encerrar a minha carreira, pela vida desgastante que ele oferece. Mas hoje, mais experiente, eu acho que posso contribuir muito com o futebol. Cursei uma faculdade de Educação Física e estou fazendo um curso de gestão esportiva. Com essas capacitações, agregadas à experiência na carreira, eu espero ajudar muito no desenvolvimento do esporte. O Fluminense é muito grande. Um dia eu ouvi um ditado que diz: “Se você pensa grande tem muito a conquistar, porque se você mira a lua, se errar, no mínimo estará entre as estrelas”. Quem sabe um dia eu possa voltar ao Fluminense para dar continuidade a minha história de uma maneira, mas também penso em algo ainda maior, que eu possa contribuir com o nosso país e até mesmo com o futebol em outras nações ─ planejou Ricardo Berna.

Com a emoção a flor da pele, Berna deu um último adeus ao clube que deixa suas portas abertas para um grande membro de sua história.

─ Apesar da minha posição, que pede para que eu seja o mais frio possível, eu não gosto muito de despedidas. Todos nós conseguimos implantar um filosofia de parceria aqui dentro e eu tenho muito orgulho de ter participado desse processo. Com certeza fica uma saudade imensa. Eu sempre fui tricolor de coração e vou continuar sendo ─ ressaltou o emocionado, e eterno, ídolo do gol tricolor.

© 2013-2016 - Arquibancada Online - Proibida a Reprodução Total ou Parcial sem Divulgar a Fonte.